Pular para o conteúdo

LEOM

Resenha da Obra “Nação Empreendedora” – Por Nicholas Maciel Merlone

  • por

Tive o grande privilégio de ler a obra  – O milagre econômico de Israel e o que ele nos ensina, dos autores Dan Senor e Saul Singer. Logo de início, me chamou muito a atenção o fato de líderes e autoridades israelenses escutarem, ouvirem, darem atenção a jovens. Realmente, é preciso ter escuta ativa. Não raras vezes, podemos aprender muito com alguém que menos esperamos. O povo judeu sabe, portanto, escutar e aproveitar as oportunidades.

Quanto à obra em pauta, Alberto Mikewitz, diretor institucional da Federação Israelita do Estado de SP, afirmou:

“Como um país em que 95% do solo é árido se transforma em um milagre ‘econômico’?”

A diferença não está na economia – mostram os autores – mas na maneira israelense de ser e agir: trata-se de um povo tenaz, resiliente, que sabe questionar a autoridade, valorizar o trabalho em equipe e assumir riscos.

Entre as riquezas que este livro desvenda estão o pensamento crítico e independente e a visão macro que os israelenses têm de sua economia, dos negócios e da sociedade.

Tais características moldam a vida em Israel e impulsionam a busca pela excelência em todas as áreas de sua economia. O engenho deste pequeno país oferece enormes benesses para a humanidade. O Brasil tem muito o que aprender com ele.”

Israel consiste num dos Estados mais inovadores e empreendedores do planeta. Encontra-se na vanguarda em diversos setores de alta tecnologia, biotecnologia, segurança, TI, equipamentos médicos, tecnologias limpas e sustentáveis etc.

Pode-se, assim, indagar como é possível – um Estado com pouco mais de 7,6 milhões de habitantes (dados de 2010) com somente 06 décadas de existência, localizado num território sem recursos naturais e enfrentando vários conflitos bélicos desde a sua fundação – gerar mais startups do que países maiores, pacíficos e estáveis. Também por que Israel tem mais empresas na bolsa de tecnologia NASDAQ do que vários outros países.

Tomando como base as histórias de pessoas que possuem um papel nevrálgico no desenvolvimento de Israel, como inventores e investidores, os autores demonstram como a cultura de Israel é impulsionada pela adversidade. Os dois apresentam a forma de pensar dos israelenses, bem como sua atitude diante da vida. Eles apresentam a maneira pela qual as empresas e universidades são geridas e o modo como as políticas públicas são executadas pelo governo, sedimentando uma sociedade fortemente inovadora e empreendedora.

Finalmente, sem spoilers, a obra nos ensina as lições de Israel, que servem de inspiração para que o Brasil possa erguer o seu desenvolvimento socioeconômico. Realmente, recomendo a leitura! Nota 11!

Escrito por: Nicholas Maciel Merlone, Mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Professor Convidado na Pós-graduação em Gestão Estratégica de Pessoas no Centro Universitário Senac, desde 2014. Fellow do Programa Emerson Fellowship da StandWithUs Brasil. Autor de diversos artigos publicados em revistas especializadas e periódicos científicos. Pesquisador. Livreiro. Escritor e Advogado. Email: nicholas.merlone@gmail.com